O que é Hacker, Cracker, Phreaker

Hacker

Na verdade, os hackers são os bons mocinhos. Para os fãs de Guerra nas Estrelas, pensem no hacker como o cavaleiro jedi bonzinho. Ele possui os mesmos poderes que o jedi do lado negro da força (cracker) mas os utiliza para proteção. É um curioso por natureza, uma pessoa que têm em aprender e se desenvolver um hobby, assim como ajudar os “menos prevalecidos”. Um bom exemplo real foi quando o cracker Kevin Mitnick invadiu o computador do analista de sistemas Shimomura. Mitnick destruiu dados e roubou informações vitais. Shimomura é chamado de hacker pois usa sua inteligência para o bem, e possui muitos mais conhecimentos que seu inimigo digital. Assim facilmente montou um honeypot (armadilha que consiste em criar uma falsa rede para pegar o invasor) e pegou Kevin. Infelizmente a imprensa confundiu os termos e toda notícia referente a baderneiros digitais se refere à hacker.


Cracker

Esses sim são os maldosos. Com um alto grau de conhecimento e nenhum respeito, invadem sistemas e podem apenas deixar a sua “marca” ou destruí-los completamente. Geralmente são hackers que querem se vingar de algum operador, adolescentes que querem ser aceitos por grupos de crackers (ou script kiddies) e saem apagando tudo que vêem ou mestres da programação que são pagos por empresas para fazerem espionagem industrial. Hackers e crackers costumam entrar muito em conflito. Guerras entre grupos é comum, e isso pode ser visto em muitos fóruns de discussão e em grandes empresas, as quais contratam hackers para proteger seus sistemas.


Phreaker

Maníacos por telefonia. Essa é a maneira ideal de descrever os phreakers. Utilizam programas e equipamentos que fazem com que possam utilizar telefones gratuitamente. O primeiro phreaker foi o Capitão Crunch, que descobriu que um pequeno apito encontrado em pacotes de salgadinhos possui a mesma freqüência dos orelhões da AT&T, fazendo com que discassem de graça. Um programa comum utilizado é o blue box, que gera tons de 2600 pela placa de som, fazendo com que a companhia telefônica não reconheça a chamada. Outra técnica muito usada principalmente no Brasil é a de utilizar um diodo e um resistor em telefones públicos. Ou de cobrir o cartão telefônico de papel alumínio para que os creditos não acabem. Técnicas como essas são utilizadas no mundo inteiro. O phreaker é uma categoria à parte, podem ser hackers, crackers ou nenhum dos dois. Alguns phreakers brasileiros são tão avançados que têm acesso direto à centrais de telefonia, podendo desligar ou ligar telefones, assim como apagar contas. Um dos programas muitos usados para isso é o ozterm, programinha de terminal que funciona em modo dos. Por sinal, muito difícil de encontrar na net.



By: Hacker Moderador

  1. Comment by †SMOKE†HACKER on 8 de agosto de 2007 09:44  

    aew vei eu fiz um codigo dos namorados ve ai:
    javascript: var elefantes = 50;for(i=1;i<=elefantes;i++){msg="";if(i==1)msg=i+"SEU NOME";else{msg=i+" ";for(j=0;j<=i;j++){msg+=" [̲̅*̲̅T̲̅E̲̅ ̲̅A̲̅M̲̅O̲̅*̲̅T̲̅E̲̅ ̲̅A̲̅M̲̅O̲̅*̲̅T̲̅E̲̅ ̲̅A̲̅M̲̅O̲̅*̲̅T̲̅E̲̅ ̲̅A̲̅M̲̅O̲̅*̲̅T̲̅E̲̅ ̲̅A̲̅M̲̅O̲̅*̲̅]";}}if(i!=1){msg+="!";}alert(msg);}void(0);

  2. Comment by ►Hαсkєя◄ ☻Modєяαdoя☻ on 8 de agosto de 2007 09:49  

    Ficou legal cara...

  3. Comment by EMERSONCRAZY on 10 de novembro de 2007 10:09  

    pow estas informaçoes ta certicimas, parabens